picnic

*
picnicbid1.JPG

Picnics são uma delícia. Eu adoro organizar e participar deles. Lembro de um picnic que fizemos em família na beira do rio quando eu era criança e que ficou cravado na minha memória para sempre. Uma deliciosa lembrança. E como eu adoro picnics, tenho todos os apetrechos sempre à mão. São várias cestas, muitos ededrons para forrar o chão e sentar em cima, um estoque de descartáveis. Durante todo o verão aqui em Davis, o Farmers Market das quartas-feiras é transformado num grande picnic na grama do parque, com banda de música tocando, entretenimento para as crianças e, claro, o mercado que por si já é uma delícia. Ontem nós fizemos um picnic em grupo. Marcamos e aparecemos, como fizemos pela primeira vez três semanas atrás. Ficamos no parque até as nove da noite, quando o frio já estava congelando. Eu levei vinho, chá de menta, uma salada de couscous e sanduiches de pita bread e hummus. Teve pão de queijo, sanduba de salmão defumado, torradinhas com patê, castanhas e torta de limão. A comida não importa muito, pois o legal mesmo é o papo. Pra mim picnics são umas dessas coisas simples da vida que eu adoro!

  • Share on:
Previous
o buraco e outros horrores bucais
Next
zapping
  • Gisa, uma das coisas que eu gosto nos americanos eh isso, cada um faz o que quer, ninguem tah nem ai. Eu me adaptei muito bem a esse esquema.
    Meguita, o auge do climao picnic eh o filme Picnic, um dos meus favoritos! Os europeus tambem sabem das coisas e veem picnicando ha seculos!
    Moa, o picnic fica pra proxima vez que eu te visitar! Convidaremos a Meg, tah? 🙂
    beijaooo pra voces!

  • Eu também ADORO picnics e a gente devia ter feito um quando você esteve aqui, Fezoca. No Rio, o melhor lugar é na Floresta da Tijuca. Tem até ponto certo. E ninguém faz cara feia. O chato é que nos finais de semana fica cheio (e não tem música ao vivo legal, só os rádios dos pagodeiros, bregas e afins) e durante a semana fica vazio demais e aí fica meio perigoso. Rio de Janeiro, you know…
    Mas adorei o post. Aliás, todos. ;^)

  • Falando nisso, de nome, vc se lembra que foi você que me deu esse apelido de Meg Lee:-))
    Eu adoro!
    Bem, sabe , Fezoca, foi depois de grandona que vim a conhecer o gosto dum picnic e me encantei primeiro pelas cestas (adoro, sou apaixonada) e depois pellas colchas ou ededrons, as toalhas de cobrir o chão e fazer de mesa.
    Ah! eu sou picniqueira de marca.
    O pessoal que mora em cidade de praia parece não curit meuito, mas aprendi com os portugueses:-)
    Beijo
    M.

  • Eu tb adoro picnics Fer!
    Acredita que tenho alunos adultos que nunca fizeram?
    Outro dia propus fazermos um num parque aqui em Sorocaba e quase fui linchada!
    Uma pena o preconceito das pessoas.
    Mais uma razão para eu adorar os USA: os caras fazem o que querem e nao estao nem ai!
    Beijos

  • Eh uma pena, Silvia. Eu lembro que no meu tempo de adolescente, eu e meus irmaos e amigos chegamos a fazer picnic no bosque dos jequitibas. La no meios das arvores! beijao!

  • Que coisa maravilhosa, Fer…
    Uma coisa que eu lamento muito aqui em Campinas é que as pessoas além de não ter o costume de fazer picnics ainda olham feio pra quem faz!
    Isso pra não falar na INsegurança e na falta de parques limpos.
    Mas eu não abro mão ;o)

Deixe uma resposta para Moa Cancelar resposta

o passado não condena