saindo à francesa

*

Você de repente reparou que eu não estou mais presente, que saí de fininho e ninguém nem viu, que decidi não participar, que não sou dessa tribo, que prefiro não saber, que eu quero paz e tranqüilidade, que eu fiquei perplexa e não quero mais compactuar, que sumi do mapa, você nunca mais me viu, nem ouviu falar de mim, nem ouviu de mim. É assim mesmo, vai se acostumando, pois eu sempre saio à francesa quando não me sinto mais confortável para ficar.

  • Share on:
Previous
table
Next
banguela
  • Amigos, sair a francesa eh uma caracteristica da minha personalidade. Eu sempre fui assim e ate hoje considerei essa minha atitude de sair em silencio e fechar um capitulo chato com a minha ausencia como um defeito. Mas hoje estou achando que isso eh uma qualidade. Detesto barracos, discussoes e confusoes. Saio a francesa SEMPRE que fico chateada, irritada, de saco cheio. Ninguem fez nada pra mim nao. Eu so escrevi sobre algo muito meu, que muita gente ja deve ter notado. Nao sai a francesa daqui, porque aqui eh meu lugar daqui ninguem me tira! 🙂
    beijaooo pra todos voces!

  • É eu sinto quando você se recolhe. Com tantos egos se debatendo por aqui e por ali, o melhor é sair à francesa quando é possivel. Qualquer coisa que seja, é por causa da sua postura que a gente gostamos de ti. Beijocas

  • Fezoquinha
    Alguém se comportou indevidamente com cv, Fê? Como isso é possível, Dio mio? Mas sei que é. Não é a primeira vez que constato uma situação deste tipo para desapontamento da maioria, assim espero.
    Não se amole.Invista noutras pessoas. Há muita gente nota 10 por aí.
    O que mais acho bonito em vc é a alegria, Fê,e quero vê-la sempre sorridente.
    Beijinho desta amiga que lhe quer bem

  • Fer, minha querida de sempre e para sempre.
    É nessas horas (aliás em todas hohoho) que eu tenho um orgulho danado de ser sua Amiga, assim com A maiúsculo.
    O único problema (na verdade, para *mim* não chega a ser problema) é que vc obriga a gente a só dizer coisas maravilhosas de você.
    É isso.
    Sabe que indagorinha;-), antes de vir aqui, eu estava pensando: o que mais me surpreende nas pessoas não é a maldade que – de resto, todo tem.
    O que me surpreende Fezoca querida, é a maldade das pessoas que se acham o máximo.
    Só resta mesmo sair à francesa, coisa que quando faço é realmente “ultimate decision*.
    Mas de todo modo, resta um consolo: a Amizade de pessoas como você, para mim, é um orgulho que merece ir para o meu CE – ou seja, aquele mais amplo que o CV.
    O curriculum exitenciae:-) maior que a Vida.
    Amo você
    Beijos.

  • Isso é o que eu chamo de classe e fineza, fer! Nao sei se você pensou em blogs, quando escreveu isso, mas quando eu li, pensei. E na vida em geral a melhor coisa é agir assim também. Esse texto disse tudo.

  • Você é extremamente, INTELIGENTE. Tô precisando, mas negando a mim mesma. Tenho mais que, sair a francesa ou se não à inglesa ou escapar de vez pela porta dos fundos e sumirrrrrrrrrrrrrrrr de vez.
    perco de vista você não, esse lugar é bom demais, para rever e pensar somente coisas boassssssssssssssssssss.
    beijos

  • Fer, não sei se você está falando da blogosfera brasileira, mas se é esse o tema, entendo a sua perplexidade e não querer mais compactuar… Tenho me espantado com a arrogância e o tamanho do ego de alguns blogueiros. Com a mania de alguns colocarem posts para falar mal de outros blogs. Com a grosseria que alguns me dirigem nas caixas de comentários quando a discussão é sobre política. E as grosserias que dirigem a outros. Fica difícil manter a elegância. Mas não saia à francesa não, nós precisamos de alguém chique nesse meio!

  • Meu sonho de “consumo” é aprender a sair à francesa, silenciosamente, e q o silêncio seja a melhor resposta qdo algo não me agrada…um dia eu chego lá!
    beijoca, Fer!
    =^.^=

deixe um comentário

o passado não condena