torce e retorce

*

Lá vou eu de novo. Segunda-feira recomeço uma rotina de trabalho fora de casa, numa jaulinha com um Macintosh, felizmente! Escrevendo para uma amiga hoje pela manhã, caiu a minha ficha de que falta menos de um mês pra eu viajar e ainda não pensei em nada, não vi mapas, não fiz planos. Minto, comprei uma bolsa, prática, com bolsos e zíperes. O duro das viagens é que antes de chegar lá tenho que passar pela tortura mais cruel que existe, o confinamento. Nunca vou gostar disso, nem me acostumar. Combinamos um café com bagel juntas hoje bem cedinho. Pedimos cream cheese light e sem culpa falamos sobre as delicias de ser mãe dos nossos filhos. Meus planos a curto prazo envolvem um livro, um filme e nada mais.

  • Share on:
Previous
li na revista
Next
refrigerante

Deixe uma resposta para Liliane Cancelar resposta

o passado não condena