um dia curto

*

Hoje meu dia se encerra às quatro e meia da tarde. Eu vou sentar no sofá provida de guloseimas e se alguém falar comigo, me telefonar ou me escrever, vai ficar sem resposta. Vou estar ocupada, concentrada, roendo as unhas, xingando [com certeza!], rindo alto, vibrando, totalmente embasbacada, porque hoje é “O DIA” – denominação que o meu marido deu para este evento especial, que me fascina e me absorve desde que eu tinha quinze anos. E ele já sabe que durante algumas horas ele está proíbido de fazer qualquer coisa que desvie meus olhos da telinha da tevê. Esse é o meu dia de dominar absoluta na sala de televisão. Não me pertubem, pois por mais de três horas eu não vou estar pra ninguém, não quero conversar, nem tirar a bunda do sofá… é que não posso perder um milésimo de segundo do melhor show do ano – a entrega do Oscar!

  • Share on:
Previous
floração
Next
fezoca parsons
  • Oi Fer!
    Tudo bom? Quanto tempo!
    Eu quase assisti ao Oscar inteiro. É uma pena que aqui passe muito tarde. Eu fui vencida pelo sono e terminei perdendo as últimas categorias. Mas o resultado já era bem previsível, não era?
    Suas fotos continuam lindas. Deve ser muito bom poder ver o início da primavera.
    *Você sabe dizer o que aconteceu com a Joan Rivers? Ela saiu do E!? O tapete vermelho não foi mais a mesma coisa … 🙂
    Bjos,
    Daniela

  • Oi Fer. Tudo bem?
    Eu acabei não assitindo.
    Olha, estou muito feliz com o resultado, afinal, acertei a maioria. Quer dizer, não sei se posso dizer,’acertei’, já que parecia meio óbvio, mas era o que eu queria que acontecesse e deu na cabeça.
    Amiga querida, boa semana prá vocês.
    Beijos,

Deixe uma resposta para carol Cancelar resposta

o passado não condena