e já é quarta-feira, hein?

*

Quando eu fico muito cansada, perco o humor e fico naquele limite onde posso de repente ter um xilique. Ontem eu estava assim, quase chorando de cansaço. Mas sempre dou muita risada, balançando a pança, quando vejo certas cenas protagonizadas pelos meus gatos. Ontem o Roux fazia plantão, como um guarda, na porta do banheiro, enquanto o Uriel tomava banho. Eu tenho que ir lá falar com ele, que é um gatinho super amoroso e adora um carinho. Mas ele é engraçado, pois nunca sobe no meu colo, como outros gatos fazem – até o Misty sisudo faz!
Mesmo quando o rango é simples – uma sopa de lentilha com salada e pão grelhado – e servido na cozinha, eu gosto de arrumar a mesa bonitinha. Gosto de combinar o jogo americano com os guardanapos de pano, uso os pratos e copos bonitos que tenho, coloco a comida nas travessas. Tenho horror de ver uma panela em cima da mesa. Eu acho que assim, tudo fica mais saboroso. Faço isso, principalmente no jantar, quando eu e o Uriel temos a chance de comer juntos e conversar.
Na sexta-feira o Walter Salles vai estar na UC Berkeley dando uma palestra. Todo mundo que eu conheço vai, mas eu não vou poder ir, pois tenho que trabalhar no Mondavi Center e não consegui ninguém pra me substituir…. Que raiva! Invés do diretor brasileiro, vou ver Shakespeare……

  • Share on:
Previous
mais floração
Next
chá de cadeira

Deixe uma resposta para fernando stickel Cancelar resposta

o passado não condena