lucky me!

*

Gente que não tem sorte em jogos ou loterias quando ganha alguma coisa, pode ter certeza que vai ser algo meio bizarro e virá sempre acompanhado de uma certa ansiedade. Um bom exemplo está bem aqui na sua frente. Eu ganhei UMA música na tampinha da Pepsi-Cola. Vocês perceberam a irônia? Ganhei o download de UMA música no ITunes. Podia ser pelo menos dez músicas, um cd inteiro, algo em que eu pudesse exercitar minhas fracas habilidades de escolha sem estresse. Mas não, gente sortuda como eu, quando ganha algo é sempre assim, pra escolher UM entre um milhão. Penso que era até melhor não ter ganhado nada, pois agora eu fico olhando pra essa tampinha amarela com o código de downloading gravado no fundo verde, completamente ansiosa e já me deu um branco total conectada no ITunes, sem saber o que escolher. UMA música… Parece até uma piada sádica.
Me sinto um pouco como eu achava que me sentiria se ganhasse uma daquelas competições onde o prêmio seria pilotar enlouquecidamente um carrinho pelos corredores de um supermercado, podendo enchê-lo com os produtos que quisesse, mas com o tempo cronometrado de meia hora. Só de pensar nessa possibilidade já me dá um ataque de suvaqueira. Meia hora? Pra pegar o que eu quisesse dentro do lugar? Com certeza eu iria ficar tão nervosa, ansiosa e sem saber o que escolher, que iria ter um ziriguidum paralisante e gastar a meia hora sentada no chão do supermercado, tentando me recompor.

  • Share on:
Previous
chá de cadeira
Next
o habilidoso
  • Yara, o problema eh que deu um branco total, nao consigo nem pensar num artista!
    Carol, esse tipo de premio faz sentido aqui, onde fazer downloading ilegal pode dar uma dor de cabeca descomunal, com processo e etc. Eu nunca usei esses programas de baixar musica e filmes. Primeiro que eles enchem o seu computador de bichos, depois que nao quero confusao.. Mas ai, nao tem problema, neh? 🙂
    Guto, entao foi ai que eu vi essa historia do supermercado [se bem que acho que ja vi aqui tbm!]. Nossa, dez minutos eh desesperador! Em qualquer lugar, eu nao iria saber o que pegar, por onde comecar! Ainda mais na FNAC, com tantas secoes apelativas! 🙂
    beijao,

  • Uma música, só? Que muquiranas.
    Poxa, Fer, fica difícil escolher, né?, diante de tantas possibilidades.
    Boa escolha!
    Se eu não estiver enganado, lá pelos idos de 90, na Bandeirantes, durante algum tempo teve um programa que as pessoas tinham acho que 10 minutos para correr pelo supermercado com o carrinho pegando tudo o que quissese. Se não me engano. de novo, era apresentado pelo engraçado Ricardo Corte Real. Meia hora, seria bem melhor. Mas se eu pudesse escolher, preferia 10 minutos ma Fnac. Já pensou o estrago? Hehehe!!!! Beijos,

Deixe uma resposta para Fer Cancelar resposta

o passado não condena