lady stardust

*

Não posso dizer que estou sentindo dor, mas sinto um certo desconforto e um lado do rosto está ligeiramente diferente do outro. Me sinto uma monstra, mas é tudo por uma boa causa.
Comi meu primeiro rango desde a extração do dentão e, que sorte e que felicidade, foi tudo preparado pelo meu filho. Frango grelhado, arroz, aspargos, salada, melancia de sobremesa. Desmaiem de inveja mães do planeta Terra, pois meu filho não é somente lindo por dentro e por fora, inteligente, gentil, talentoso e maravilhoso, mas ele também cozinha muitíssimo bem!
Um dvd muito estranho do Bob Dylan.
Assinei o rss dos quadrinhos da Folha de São Paulo e vou falar a verdade: não curto os quadrinhos brasileiros. Eles são grosseiros, apelativos e nojentos, não consigo achar graça, desculpa aí, viu…
Todos os canais de tevê estão transformando a depressão pós-parto da Brooke Shields num circo. Eu sei de muitos casos escabrosos, esse problema não é brincadeira, as mulheres se matam, matam os filhos, levam anos pra se recuperarem totalmente. É uma verdadeira tragédia que muita gente nem sabe que existe ou simplesmente não entende. Por um lado eu vejo isso tudo como algo positivo, uma maneira de esclarecer os fatos para os ainda ignorantes, mas por outro lado eu vejo somente uma atriz sorridente falando que quis morrer e matar a filha pra vender seu livro.
Roux está numa dieta de pétalas de rosas vermelhas murchas.
A meteorologia está prevendo tempestades para hoje. Eu quero me recompor e tentar recompor a minha casa, que ficou abandonada nesses dias em que um dentão inflamado dominou o spotlight.

  • Share on:
Previous
backtalk
Next
get your tontice enhanced with minocycline
  • Ina, deve ser dele os quadrinhos sobre outros artistas, pintores, autores? Os unicos que nao sao apelativos. Me decepcionei muito com o Fernando Gonsales, que era excelente logo no inicio da publicacao das historias do rato Niquel, na FSP. Hoje esta tudo muito chato, ou vai ver eu me acostumei com o humor americano e perdi o senso do brasileiro… 🙂
    Ana, o Roux comeria grilo se achasse um pela frente. Notei um substancial sumico nas aranhas residentes permanentes da casa! 🙂
    Stella, estou com uma desconfianca enorme desse interesse repentino da midia pelo caso da BS. Quantas mulheres comuns ja passaram por esse calvario, mas precisa uma atriz famosa pra divulgar e chamar atencao pra essa doenca horrivel?
    beijos!

  • Fer que bom que o ex-dentao ja esta quase curado. Também com todos esses mimos do filhote, nao tem dor que nao cure. E o Roux pelo jeito continua sem-vergonha e sabe o que é bom comendo pétalas de rosa, ao menos nao come grilos 🙂 Beijocas para ti e repousa.

  • Sobre as HQs da Folha, espero que você reconsidere sua opinião quanto à tira do Laerte Coutinho, que anda numa fase inspiradíssima desde que o filho dele morreu. IMHO, Laerte merece ser elencado entre os maiores nomes do que andam chamando de “arte sequencial contemporânea”, ao lado de Neil Gaiman, Jeff Smith, Alan Moore e Frank Miller.

Deixe uma resposta para Inagaki Cancelar resposta

o passado não condena