lucky charms

*

luckycharms.jpeg
luckycharms1.jpeg
» feitos pela Juju num dia de verão em dois mil e três…

  • Share on:
Previous
pegadas
Next
a anta nada bem
  • Aqui, no Brasil, chamamos essas florzinhas de “perpétuas”. E são mais ou menos perpétuas mesmo. E não são flores. São um capítulo, como os de girassóis. Cada uma das supostas pétalas são flores separadas. É, portanto, uma inflorescência cada uma das perpétuas. São complicadas assim porque precisam sobreviver. Sem a sua cor viva, a inflorescência provavelmente não sobreviviria com pequeninas flores amarelas e quase invisíveis. Talvez por isso dão sorte.

Deixe uma resposta para Alex Mendes Cancelar resposta

o passado não condena