roteiro

*

Ontem trabalhei como uma enlouquecida. Não parei desde a hora que cheguei, às oito da manhã, até hora que saí, às cinco da tarde. Aos pouquinhos as responsabilidades vão sendo jogadas nas minhas costas. Na hora que chega um projeto novo – e agora praticamente tudo é novo, me dá um mini-pânico, pois as explicações são escassas. Mas eu faço mil perguntas pentelhas e acho o meu caminho. Mas cansa, se cansa!
Hoje preciso achar um hotel em north Lake Tahoe. Meu marido tem essa mania irritante de decidir tudo na última hora e nunca olhar mapa, reservar hotel. Da última vez que fomos a Tahoe já não era mais temporada, mas agora, pleno janeiro de nevascas, quero só ver. Minhas amigas estão numa casa alugada, mas por causa da indecisão do cara, tivemos que optar pelo hotel.
Está faltando fotos por aqui, né? Imagens alegram o ambiente, mas infelizmente não estou tendo tempo de fotografar nada, mal consigo escrever aqui. As poucas fotos, tiradas na sorte ou recicladas de outros carnavais estão no Chucrute com Salsicha, onde eu escrevo sobre o melhor assunto do muuuunnndoooo!!
Eu não consigo ir visitar minha amiga, pra quem fiz um presente que o gato maluco [quem?] já furou o pacote, nem fazer tricot, nem ver os filmes do Netflix, nem ler revistas, nem ajeitar a minha casa como antes, mas faço uma encomenda enorme de livros de culinária que nem abri ainda – minto, abri dois. Por que não consigo ser uma pessoa ponderada e normal?

  • Share on:
Previous
todo dia de semana
Next
the night of the hunter
  • Oi!
    sou italiano morando no rio… estava procurando na internet a receita da LIMONADA SUIÇA E CAÍ NO SEU SITE… fantastico!!!
    gostaria te fazer parabens porque é um trabalho super legal!
    adoro cozinhar e parece que faço bastante bem (considerando os amigos que sempre querem comer meus risottos….)
    abraços, parabens e continua assim!

  • Manera ai, Fer.
    Eu vivo assim tambem é SEI por experiencia propria que não é bom, a gente acaba se arrependendo…
    A gente é que determina como vai usar o nosso tempo, e não o contrario, hoje tenho certeza disso.
    Grande beijo

Deixe uma resposta para Sam Cancelar resposta

o passado não condena