foi por um fio!

*

Posso quase jurar que vi a porta fechando quando saí. Fiquei duas horas fora e quando voltei quase tive uma síncope quando encontrei a garagem totalmente aberta, escancarada para o mundo, convidativa, como a boca de uma caverna misteriosa. Foram minutos de tensão e tremedeira, minha casa ficou aberta por duas horas! Corri primeiramente para checar meu laptop, que tem residência na mesa da cozinha. Depois corri para o andar de cima, checando tudo e me certificando se não tinha ninguém escondido por ali – mas se tivesse? o que teria acontecido? luta de espadas como nos filmes? Ufa, ufa, ufa… Estava tudo no lugar, nenhum intruso, somente o Misty me olhando com cara de aparvalhado e o Roux tendo um dos seus faniquitos regulares. Levei horas pra me recuperar do susto. Mal posso acreditar que a porta da garagem não fechou e eu não vi. Na garagem tem entrada para a casa, através de uma porta que fica sempre aberta. Ontem eu agradeci à todos os deuses e deusas pela sorte de morar numa cidadezinha pacata e brejeira como Davis!

  • Share on:
Previous
tem uma fonte
Next
oops!
  • http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=10501
    querida, preciso muito falar com vc Diga-me se recebeu uma comunicação de Fernando Gomes, de Portugal
    Ah! E aproveitando: eu vim só hoje dar os parabéns do B. D.que fez aniversário dia 23.
    Esse end é de uma comunidade dele no rokut.
    Beijos e me responda por favir.
    É um convite para vc escrever (qh! o tempo)….surprise.
    Ou não
    Beijos

  • Curiosidade !
    Sua garagem já é igual ao do americano que consegue colocar tudo naquele cômodo menos o carro ?
    O pior fui eu que baixei a porta automática e esqueci de sair de baixo da mesma.
    O carro ficou entalado e tudo quando foi curioso foi lá para dar palpite.
    Beijão Almir.

  • Fer, que sufoco. Acho que eu teria um treco, sou super encanado com o controle do portão, espero fechar. Já vi acontecer isso com o vizinho de frente e tive que correr um bocado para fazer ele me ver e voltar para fechar o portão. Acho que foi no ano retrasado.
    Estou com saudades. Ótimo findi prá vocês. Beijos com muito carinho do amigo sumido, guto.

  • foi uma dessas situações em que a gente, como já diziam os mesopotâmicos, “tem mais sorte que juízo”.
    pode parecer meio demente, mas se há algo que espero ainda pôr no currículo é ter alguma obra minha apropriada indevidamente por “amigos do alheio”
    por enquanto é minha maior ambição artística.

  • Isso acontece de vez em quando aqui em casa. Um dia a gente tinha chegado do Brasil, as malas estavao na entrada e a gente saiu de casa. Os vizinhos chamaram até a policia pra verificar se nao tinha sido ladrao. Nada. Ainda bem que aqui nao é o Brasil…

  • Já aconteceu algo parecido comigo também. Tinha certeza que havia trancado a porta, mas a chave deve ter virado em falso. Como em casa não tem alarme, levei um baita susto quando vi a porta escancarada e deu um medo daqueles para entrar. Graças a Deus tb não aconteceu nada naquele dia.
    Beijão

Deixe uma resposta para Solange A. Cancelar resposta

o passado não condena