zero

*

Abomino números. Fazer conta de troco, de menos e de mais, orçamento do mês e olhar saldo de banco. Contar yards de piscina e metros de caminhada, minutos de espera, horas de encontros, dias que virão. Ver o peso das coisas em quilos ou, pior, pounds, e calcular metragem, quantidade, medir xícaras e colheres em receitas. Pessoas na fila, carros esperando pra pagar pedágio, notas de dinheiro na carteira, pingos de remédio, latas de comida de gato na despensa. Datas no talão de cheque, minutos pra esquentar a água no microondas, contagem numérica regressiva ou progressiva no painel do tocador de cds do carro. Horário de verão, idade, peso, altura. CIC, RG, Social Security Number. Conta corrente, poupança, cartões de crédito, registro de seguro saúde, passaporte. Quantas jujubas coloridas cabem nesse vidro? Não sei, não quero saber e tenho ódio mortal de quem sabe!

  • Share on:
Previous
psiuuuu….
Next
(o)
  • Hahahaha! Eu tambem! Justamente eu, que deveria adorar fazer contas, nunca consigo acertar nos calculos para divisao de contas em restaurantes. Principalmente depois de algumas tacas de vinho. Aprendi a fechar o bico nessas horas…

  • Querida Elisa, eu esqueci das SENHAS! se bem que as minhas tambem tem letras, mas elas fazem parte do grupo… abominavel! 😉
    beijao!

  • Vc tem razão Fer! Eu também os odeio! Que necessidade é esta de objetificar/numerar tudo não é? Sem falar nas inúmera senhas que temos que memorizar hoje em dia.
    Beijos!

Deixe uma resposta para Fer Cancelar resposta

o passado não condena