o sertão vai virar mar…

*

Voltando do Delta Venus Cafe ontem às onze da noite, senti um pingo de água cair na minha testa. Hoje acordei com o barulho da chuva….. Chuva??? Em junho??? Juro que nunca tinha visto chover em junho em todos estes anos que estou aqui. Estão todos comentando – coisa absurda, completamente estranho, totalmente incomum, super bizarro, isso é coisa do demo, culpa do Bush, onde já se viu?!
Pedi um chá quente lá no Co-op, fechei as janelas da casa, desliguei os ventiladores de teto, vesti blusa de lã e meias, cancelamos o picnic no Farmers Market. Esconjura! Espero que eu não morda a língua daqui uns dias, quando estivermos de volta ao normal, suando e desidratando com o calorão, mas não estávamos entrando no verão??

  • Share on:
Previous
grafite
Next
my kitchen
  • Querida Meg!
    Que felicidade ler seus comentarios tao deliciosos!
    Verao aqui no Sacramento Velley eh o opostro do verao que nascemos e crescemos acostumadas, com muita umidade e chuvas rapidas no final do dia. Aqui verao significa muito sol, ceu azul, baixissima umidade e NADA de chuva de abril ate novembro. Por isso estamos boquiabertos com essa chuva em pleno junho…. nunca vi uma coisa dessas!
    beijaooo!

  • Fer, querida
    Esse fato não é inédito, não?
    A pergunta da Luciana era a que eu ia fazer, pois o verão é que é a estação das chuvas, digo, em lugares que têm as 4 estações hohoho.
    Essa coisa de chover no verão, é mesmo diferente na California, pois chuva de verão, geralmente, é rápida.

    Existe um compositor famoso que escreveu a letra de uma música famosa no Brasil
    Olhe lá, porque eu amo muito você:
    CHUVAS DE VERÃO
    (Fernando Lobo, pai do Edu Lobo)
    Podemos ser amigos, simplesmente/
    Coisas de amor, nunca mais/
    Amores do passado, no presente/
    Repetem velhos temas tão banais/
    Ressentimentos passam como o vento
    São coisas de momento/
    Sao chuvas de verão
    Trazer um grande amor dentro do peito/
    É dar vida a um defeito /
    Que se extingüe com a razão/
    Ecoa no meu peito/
    Ecoa em minha alma/
    Agora eu sinto calma /
    Não te desejo mais/
    Podemos ser amigos simplesmente/
    Amigos, simplesmente/
    Nada mais.

    Ai, Fezoca, me perdoa querida, mas só seu blog tem esse poder;-)))
    Você escreve as coisas e elas ficam ecoando dentro de nós.
    Beijocas de quem te adora desde sempre
    Meg Sue.
    P.S Hoje não saio daqui;-))

  • Lu, aqui chuva eh sinonimo de frio sim. e ontem choveu o dia inteiro e esfriou muito. mas a previsao eh de tempo normal [28C – 32C] para o resto da semana. Beijos,

Deixe uma resposta para Luciana Misura Cancelar resposta

o passado não condena