figo galore

*

Tenho que inventar maneiras diferentes de comer a bacia cheia de figos, antes que estrague tudo. Já devorei um número enorme de unidades frescas…. e agora estou tentando comer o restante de maneiras mais criativas.
fogos1.JPG
» cortados em rodelas e misturados com yogurte grego [ah, uma das mais deliciosas maravilhas do mundo dos laticínios] e mel.
figos2.JPG
» cortados ao meio, regados com mel e vinagre balsâmico, salpicados com feta cheese e assados em forno médio por meia hora.

  • Share on:
Previous
pança cheia
Next
que coisa mais feia!
  • Taí uma lembrança desagradável da minha infância: figos. Na casa das minhas tias-avós tinha um pé logo na saída da porta que dava para o pátio. Sempre que eu queria brincar tinha que passar por ele. Talvez por ser pequeno, ficava impressionado. Mais ainda quando tentavam me fazer comer. Até hoje não gosto nem de olhar. Tá bom, não tenho nada que entrar aqui pra dizer isso, mas já está dito, hehehe bom proveito, bjs

  • Ôba! Figos!
    Fer, que legal !!!
    Gostei das suas sugestões para comer figos. Aqui estamos comendo muitos figos, também, só que são comprados. Gosto de comer figos ‘rasgados’ (não pode cortar dom a faca)com saladas, azeite e gergelim e para ficar melhor ainda pode colocar fatias fininhas daquele ‘presciuto’ italiano (é assim que escreve, acho). Nossa, fica demais. Bem, o figo combina com tudo.
    Feliz de te ver escrevendo de novo. Ótima semana, Fer.
    Beijos,

  • Vim aqui uma vez por indicação da Maria Fabriani e gostei muito do que encontrei. Nunca havia comentado nenhum post antes, mas agora que dei de cara com esses figos lindos não resisti. A-m-o figos! 🙂

  • Morei numa casa em que havia um pé de figo. Minha avó sempre fazia uma geléia (ou doce) maravilhosa! Uma boa maneira de conservar os figos… se você gostar de geléia, claro.
    A cara dos pratos está ótima! E eu sempre acabo vindo aqui quando o post da vez é sobre COMIDA!…

Deixe uma resposta para Ana Maria Cancelar resposta

o passado não condena