quatro zero um

*

As quatro da tarde é a pior hora do dia, quando dá uma fome, um sono, uma irritabilidade, um desconforto na bunda, nas pernas e com a roupa. É a hora de puxar e repuxar o sutiã, de desabotoar discretamente a calça, de cruzar, descruzar e levantar as pernas constantemente. É hora de beber água ansiosamente, de pensar no jantar, de ficar zonza com dor de cabeça, de olhar para o relógio a cada cinco segundos e não ver nenhuma mudança concreta. É a hora que já deu, que não se começa nenhum trabalho novo e se estende o término do que estiver pelo meio ou fim, e fazer tudo com o maior desânimo, porque a partir das quatro da tarde só falta uma hora, ou sessenta minutos, para a hora mais legal e alegre do dia, que é a hora de ir pra casa.

  • Share on:
Previous
mais um
Next
quem ri melhor
  • Olá, Fernanda!
    Andei lendo seus dois blogs e fiquei surpresa com tanta coisa legal que escreve e faz…
    Parabéns!!! Não é à toa que seu sobrenome é Guimarães Rosa!
    Quanto ao post que escreveu, concordo plenamente. Sentia este mesmo sentimento quando estava trabalhando. Os minutos levavam uma eternidade para passar e o ponteiro demorava muito para bater 17h. Hoje estou por conta dos filhos e a hora sempre passa num minuto! Queria que meu dia tivesse pelo menos mais 8h para dar conta de tudo….
    PS: Além de ótima na cozinha, vc também dá show nas fotografias.
    Que máquina vc usa? Desculpe te perguntar assim, mas é que pretendo comprar uma câmera nova e achei a sua de ótima qualidade.
    Bjssssss

  • olá fernanda.
    visito o seu blog há mais de um ano… e só agora tive coragem pra escrever por aqui.
    te admiro d++++, adoro ler suas receitas,embora não me atrevo a fazer, acho que são sofisticadas demais, para uma mulher simples como eu… mas mesmo assim adoro o jeito que você escreve.
    um grande abraço
    telma-recife-pe

deixe um comentário

o passado não condena