um post bobo

*

Fico imaginando como seria a minha vida se eu tivesse um emprego das oito às cinco. Lembro vagamente dos anos em que eu trabalhava full-time na escola e ainda tinha um outro trabalho freelance para uma dot.com em San Francisco. Minha pequena casa era uma desordem total. Na época eu tinha a ajuda do Gabriel, que ainda morava conosco e lavava a louça antes de eu chegar, assim eu podia fazer o jantar. Me treinei a fazer um jantar completo, saudável e saboroso em no máximo trinta minutos. Lavava roupas uma vez por mês. O que ajudava era que o meu guarda-roupa sempre foi excessivo….
Hoje, com uma casa grande, jardim, quintal, horta, dois gatos, três banheiros, um marido super ocupado e um filho que já foi cuidar da vida dele, eu não conseguiria manter essa casa sozinha e trabalhar período integral. Por isso eu parei de reclamar que minha carreira é cheia de furos. Eu faço o que dá.
Segundas-feiras são sempre atrapalhadas e ocupadas pra mim. Eu passo o dia fazendo mil coisas, quanto mais tarefas eu faço, mais tarefas aparecem para serem feitas. Fico inconformada…. Chega nove horas da noite eu já quero deitar, I wonder why.
Corri na caixa do correio para jogar a ficha de assinatura de mais uma revista. Eu assino um monte e essa eu comprava na banca. Com a assinatura, vou economizar trinta e sete dólares por ano. Eles estão desesperados, liquidando a assinatura da Martha Stewart Living, já que vocês-sabem-quem está passando uma temporada no xilindró!
Lendo o caderno Taste do SacBee, que é o único caderno do jornal que eu ando lendo além dos quadrinhos, vi várias receitas para crock-pot, aquelas panelas elétricas que cozinham beeeem devagar. Você coloca todos os ingredientes lá de manhã cedo, liga na tomada e quando chega a hora do jantar à noite, o rango está prontinho. Estou pra comprar uma panela dessas, que é propagandeada pelo Gabriel, há tempos, mas nunca mexo a bunda. Hoje, quando vi as receitas, meti as caras. Precisava sair mesmo para comprar comida pros gatonildos e aproveitei.
Na loja, acabo sempre comprando outras coisinhas. É uma lasca. Preciso comprar mais um batom da mesma cor e marca de outros doze que já tenho. E um brilho de lábios, que acabo nunca usando. E uma camiseta branca de manga comprida – bom, do jeito que eu destruo as minhas roupas, isso nunca é demais. E entre os papéis higiênicos, detergente, sabão liquido, comida e areia de banheiro de gato, shampoo e creme para cabelo, sabonete esfoliante e tal, tive que comprar dois filmes em dvd. Tive! Porque eles custavam oitenta e oito cents cada!! Um com o Gregory Peck e Ava Gardner e outro com o Frank Sinatra e a Judy Garland. Sei lá, mas por oitenta e oito centavos, se não prestar eu uso de suporte de vaso ou pra segurar cadeira de perna manca, sem estresse!

  • Share on:
Previous
que dramalhão!
Next
hoje é…
  • Almir, se eu pudesse, montava uma filmoteca so de filmes antigos, pois eu adoro! Tem um hipermercado aqui que vende uns classicos por $8, eu ja comprei An American in Paris e Breakfast at Tiffanys.
    Clarice, parece piada, mas eh verdade! 0,88!
    Garota, sim ela esta na cadeia. Foi julgada e condenada a cinco meses de prisao. Acho que esta la desde outubro…. poor Martha, perdeu thanksgiving e natal… hohoho!
    Carol, pelo jeito trabalha-se mais….apesar…
    Guto, aqui tem pra todo bolso. Mas 0,88 foi a primeira vez. nao sao aquela qualidade, mas por esse preco…..
    Lu, eu tinha um armario, onde guardava produtos de limpeza, tapetes e estocava o mundareu de roupa suja. no condominio onde eu morava tinha quatro lavanderias enormes, cada uma com cinco maquinas de lavar e cinco de secar, entao eu lavava tudo num dia so, monopolizando as maquinas! 🙂 Era um saco, mas era o unico jeito…
    seu irmao falar isso eh uma baita injustica… 🙁
    Leila, realmente essa eh a melhor maneira de desencalhar coisas….. eu sou uma vitima nessa estrategia do baratinho, mas estou aprendendo a me controlar!
    beijaOO!

  • Pois é, no Brasil os comerciantes não têm esse hábito de fazer liquidações que sejam pechinchas de verdade, como 89 centavos por um DVD. Deviam aprender a fazê-lo, pois é uma ótima forma de se livrar de produtos encalhados e ganhar uma graninha extra, pois sempre tem gente que não resiste a uma barganha, mesmo que não esteja precisando dela. É uma questão de psicologia do consumidor. Ele pode até estar duro ou não estar sentindo falta de nada, mas se oferecer para ele uma camisa a 1 real, um jogo de copos chique por 15 reais, um CD por 2 reais, quem resiste?

  • Fe, que mistério é esse? Lavava roupas uma vez por mês? Como assim? hahaha
    Onde você estocava tamanha quantidade e como conseguia lavar todas num dia só? Aqui é roupa que não acaba mais. Ponho pra lavra praticamente todos os dias!
    Ninguém que não o faça, tem noção de como cuidar de uma casa dá trabalho. Meu irmão já teve a cara-de-pau de dizer que não faço nada. Além é claro, da casa, NÃO cuido de 2 crianças!
    beijos

  • Meu Deus do céu e da terra. Os dois juntos! 88 centavos??? Fer, aqui, quando encontro uns razoáveis por 10 reais eu já faço uma festa, imagine se tivesse por 2 reais e pouco. Agora, clássicos bons assim, só por mais de 50 reias. Hoje fui no super comprar umas coisas e comprei New York Stories (Contos de Nova York), por 20 reais e já achei uma ótima. Mas, pensando bem é melhor assim, porque isso vicia. Já comprei o mala do Brad Pitt (Jonhy Suede), porque custava 5 reais.
    Engraçado, hoje fizemos algo parecido, hehehe. Beijos,

  • Fia ! 80 centavos nao é comprar é uma doaçao ! Aqui no Canada (até onde eu sei) nao existem essas barbadas. E fiquei muito interessada na tal panela. Eu queria ter umas aulas com você para prepara um jantar saudavel em 30 minutos. Depois da comilança natalina estamos retomando bons habitos, mas eu continuo com preguiça de ir para a cozinha. Beijao

  • trabalhar o dia inteiro é mesmo uma droga. com a evolução da tecnologia, as jornadas não deveriam estar sendo reduzidas?
    não tenho tempo pra nada, tem meses em que não leio nada fora da internet.

  • Ela está mesmo na cadeia? Como estou atrasada – eu achei que ela estava em julgamento, ainda!
    Anyway, essa revista deve valer muito a pena… já virei o site dela do avesso, tem muitas coisas legais. 🙂
    Dvds a 0,88. 🙁

  • De vez em quando eu também tenho essa vontade de comprar filmes antigos. Principalmente com as edições comemorativas em DVDs. Agora estou atrás do Singin´ in the rain, já passei pelo An Affair to Remember e Night and Day com Cary Grant e até Noviça Rebelde com a Julie Andrews. Aqui eles custam a bagatela de R$ 50,00 em média. Ah! Lembrando o seu outro comentário… É um saco de pipoca e lenço de papel para as lágrimas.
    Tchau !

Deixe uma resposta para Ana Lucia Cancelar resposta

o passado não condena