que coisa mais feia!

*

Republicando um post velho , porque de repente, preciso falar novamente sobre essa copiação muito feia e queima-filme que eu ando vendo por aí….
. . .
Gentileza gera gentileza. Eu acho super gentil e fino dar crédito para idéias e contribuições. Vi no blog do fulano, gostei e vou fazer igual. Peguei a idéia do beltrano. Sicrano me deu a dica. Trés chic! Feio mesmo é pegar as idéias e dicas alheias e propagandear como se fossem próprias ou tivessem apenas caido do céu. Quem faz isso desce vinte degraus no meu conceito.

  • Share on:
Previous
figo galore
Next
um mês
  • eu nem estava falando de copiar post, mas sim de vir aqui pegar ideias e depois publicar no blog como vindas do nada. isso acontece tanto que ja esta comecando a me irritar. penso, sera que a pessoa nao quer dar o braco a torcer que leu a dica aqui? ou acha que eu nunca vou ver que ela veio aqui, chupinhou as coisas e republicou nos comentarios de outro blog ou no proprio blog sem dar o menor credito de onde ela leu aquilo? nao eh o caso da Raquel, que fez sem querer, mas outras figuras que fazem isso eh simplesmente o cumulo da cara dura. eu ate gostaria MUITO que essa gente nao visitasse mais o meu blog, porque nao faz o menor sentido vir aqui na moita, sair por ai repassando coisas e fingir que leu no livro dos sonhos….

  • Fe, eu querooooooo! Aquilo que vc falou. Claro que sim! ;)Minha mudança ficou terrível. Não estou com paciência e nem sei como vc , é claro!
    Essa coisa de cópia é terrível… não vejo muito porque nem vou a tantos blogs. Mas até no orkut o povo copia os perfis. isso já vi… Acho que é auto-estima baixa…
    beijossssssss

  • Essa semana descobri um post meu num outro blog. Sem crédito, sem nada. Igualzinho. O cara de pau só colocou uma frase a mais no final. Deve achar que com essa “contribuição” de uma frase virou co-autor do texto, né? Mas sabe, tô tão de saco cheio dessas coisas que nem sei se vou ter paciência pra puxar uma discussão. Mas deixar pra lá também não resolve nada, né?
    beijos
    e espero que os seus mal-entendidos se resolvam

  • Fer, se me permites, penso que esse é um fenômeno natural num ambiente em crescimento como a “blogosfera”. As pessoas ainda estão aprendendo a lidar com os blogs e sua “etiqueta”. Claro que as exceções existem e os maldosos sempre haverão de habitar o mundo, seja o real ou o virtual, o que parece não ter sido o caso. De qualquer forma, parece que a situação não só já foi resolvida, mas deverá gerar uma boa relação entre vocês. bjs

  • Peço desculpas pelo tom do post anterior, na hora realmente achei que as palavras acima foram injustas mas devo levar em conta também a compreensível motivação da autora ao escrevê-las. Como disse no Idéias, espero que o mal-entendido se resolva da melhor forma possível.

  • Claro que não foi intencional, Raquel! No texto você deixa BEM CLARO que viu a idéia em outro site e que por isso passaria a adotá-la também!
    Talvez tenha faltado mesmo a referência ao blog de origem, mas nada que pudesse ser acrescentado sem problema algum. Agora, se a idéia era exclusiva acho que deveria estar expresso que “apenas neste blog é permitido o uso de pedrinhas”, além de direitos autorais registrados.
    O que foi a concordância com uma boa idéia que, reitero, você afirmou categoricamente não ser sua, foi classificado como plágio aqui!

  • putz, é o fimd a picada mesmo, cara de pau. Vira e mexe fazem isso comigo, inclusive com minhas matérias, peeeeeeeense!!!
    Fer, hoje lembrei TANTO, TANTO, TANTO de você! Fui a uma coletiva de imprensa chiquérrima (um lançamento de um novo anti-sinais da Sisley) e no almoço serviram salada de rúcula com figos e aceto balsâmico. Divino! 🙂
    Aaaaaaaaah, a senhora fez minha boca encher d’água e minha memória me lembrar de quanto eu amo iogurte grego! Agora tem que fazer a mágica para eu encontrar essa delícia por aqui!!! hehe
    beijãaaaaaao

  • Realmente é chato isso, mas ainda não passei por esses momentos, até porque faz apenas 2 meses que criei meu blog…a propósito, vou colocar o teu blog lá nos “blogs que eu leio” , pode ser? Bjs

  • Fer, o problema não é só a falta de caráter – mas a burrice, de achar que na internet ninguém vai descobrir a verdadeira autoria do texto ou idéia…

Deixe uma resposta para Angélica Cancelar resposta

o passado não condena