snapshots

*

Terminei um projetinho que comecei antes de viajar. Uma parede da sala, que vesti com quadrinhos de postais europeus do começo do século vinte. Vi algo similar numa revista e fiz a minha adaptação com molduras super baratotais de uma lojeca de departamentos, que eu repintei com tinta spray prateada. Os postais eu comprei numa loja de antiguidades. Eles são maravilhosos e me fascinam. Gosto especialmente dos que foram enviados – com nome e endereço do destinatário, sêlo, carimbo com data e as impressões do remetente viajante, que descreve em algumas poucas linhas com letra rebuscada em tinta de pena as suas impressões dos lugares visitados.
Também coloquei em moldura uma foto imprimida em papel comum, que achei no meio da bagunça dos meus armários quando eu estava tentando dar uma organizada geral. Tentei imprimir duas fotos de slides antigos que meu pai digitalizou uns anos atrás. Não ficaram perfeitas, mas ficaram interessantes. Uma delas já estava emoldurada, faltava a outra.
Nem sei descrever o quanto eu gosto de fotos. Se eu tiver que escolher entre uma exposição de pinturas e outra de fotografias, nem vou hesitar em escolher a segunda opção. Aqui onde eu escrevo estou rodeada por fotos, em molduras, sobre os móveis, penduradas nas paredes, pregadas com tachinhas em um painel, coladas com durex nas portinhas do meu desk, socadas em caixas, empilhadas pelos cantos esperando um lugar definitivo para serem guardadas. Postais, cartões, fotos, fotos, fotos…. Muitas caras queridas sorrindo pra mim. Olho agora pra uma especial – eu, minha irmã, meu irmão e minha sobrinha numa pose feliz num restaurante, em junho do ano passado. Um raio de sol ilumina o cabelo clarinho da minha sobrinha. É uma visão aconchegante e com gosto de bala de mel.

  • Share on:
Previous
vinhos
Next
yawn…..
  • Nossa Fer, que legal. Fico feliz em saber, que mesmo com jet lag, você tenha toda essa disposição. Eu fiz hoje uma estante que tinha projetado há uns meses. Quer dizer, eu ajudei meu pai a montar; porque eu calculei, desenhei e fui comprar a madeira e mandei cortar, mas montar…
    aí são outros 500. Mas com o meu pai no ‘comando’, fizemos tudo rapidinho e ficou super legal. Depois coloco fotos.
    Ótimo findi prá vocês. Beijos,

  • Fernanda tentei mandar fotos de my family felina e canina para seu email não consegui. O endereço é enorme. Mas não esqueci nenhuma letra, já conferi.
    Não gosto mais de fotos qto antes. Aqui grudam nos vidros e se destroem rapidamente. Será a maresia. E foto , se fiquei feia, deleto.
    Beijo, Liliane

Deixe uma resposta para gutogalli Cancelar resposta

o passado não condena