qualé o pente que te penteia?

*

ferneededahaircut.jpg
Outro dia sonhei com meu filho ainda criança e ele tinha o cabelo todo despontado com uma franja nos olhos, daquele jeito que cabelo curto fica quando você esquece de levar o moleque pra dar uma aparadinha e os meses vão passando, passando… Essa é uma marca registrada da minha distraída personalidade, que infelizmente impus pro meu filho. Ele hoje tem cabelo bem comprido, que não precisa de cortes mensais, e também não precisa mais depender da minha vontade e disponibilidade para ir cortar as pontinhas, se quiser. Mas eu ainda continuo com essas histórias. Tenho uma preguiiiiça danada de marcar hora no salão e passar uma hora lá me olhando toda descabelada no espelho. Todo dia eu penso – preciso ir cortar o cabelo. Mas não vou. Vou deixando até o ponto em que passo dia e noite com um rabo de cavalo. Felizmente hoje tenho um corte que me permite prender, mas quando eu tinha cabelo curto não tinha jeito…. Vejam que situação, essa menina tão alegre e bonitinha, vestida para a festinha do seu aniversário de dez anos, com esse cabelo simplesmente abominante…… ê, sina!

  • Share on:
Previous
vai trabalhar, vagabundo!
Next
love is a many splendored thing
  • Oi, Fer! Que menina mais linda!
    Obrigada pela visita, mas seu blog merece um post especial, que escrevo já-já, pois adoro seus escritos, suas críticas de cinema, suas fotos, os gatos, a bicicleta, os vinhos…
    Beijão!

  • discordo de ti…. Achei o cabelo um bararto! Talvez a roupa não combine com o stilo, mais despojado, mas acho esse corte de cabelo lindo, sempre quis ter, pena que minha juba não permite… Beijos eótima semana para ti!

  • Que corte de cabelo mais fashion esse, Fer!
    O meu é super curto e tenho que ir ao cabelereiro de dois em dois meses. Adoro. Se não fosse tão caro, iria mensalmente. Sim, vou naquele salão super, hiper profissional porque com cabelo curto não se brinca. :-))

  • Mas estava ótimo seu pigmaleão aos dez anos. Umas pontinhas um pouco arrepiadas, sim. Mas ninguém repara nessas coisas em meninas de dez anos. Já nas mais crescidas… Eu sei como é isso, Fer. Também sou a “senhora desarrumada”. Mas o pior é quando resolvo me arrumar, e cometo desatinos feito usar xampu colorizante acaju pra “mudar o visual”. O
    GS, coitado, olha e dá aquele sorriso amarelo, mas não se atreve a abrir a boca, eh, eh!

  • Bom eu não ligo a mínima pro meu cabelo, tadinho… Eu tenho cabelo liso e dou uma leve repicada que já fica bonzinho. Mas, quando era criança-adolescente sofria com permanente. Fixação da minha mãe por cabelos enrolados. Acho que todas as japas senhoras gostam de cabelos enrolados. E o cheiro do líquido?… deixa pra lá.

  • Bom, pelo menos você tem cabelo pra cortar…
    Já eu, quase nenhum. E se não corto todo mês, as “falhas geológicas” ficam ainda mais evidentes…
    Em todo caso, enquanto der, talvez seja mesmo mais “prático” pra você ter cabelo comprido…
    Beijo!

  • Oi Fer, eu tambem tenho a maior preguiça de ir no salão… Pior que agora tou cheia de grisalhos e dei de pintar uma vez – por pressão dos meninos… e aí fico na escravidão: todo mes tem que ir lá.
    Prometo a mim mesma todo mes que vou deixar assim mesmo grisalho e pronto! faço um bom corte e seguro a onda!
    Mas nunca dá. Acho que tem que ser muito “macha” pra andar por ai de cabelo branco…
    A pressão e a cobrança são enormes!
    Não acha?

  • Também tenho preguiça de cortar cabelos. Não é medo, não, sento na cadeira sem medo do sairá…Mas tenho uma preguiça danada…beijos…PS: Uma das minhas bruguelinhas “herdou” meu jeito desalinhado de ser…

  • Fer…putz…
    Que vergonha, que vergonha.Não tem desculpa. Não sou de desejar felicidades só por educação, desejo sinceramente e pra quem eu gosto.
    A menina da franja me acordou.
    Poxa vida, vc faz anos no mesmo dia que Jean. Eu passei batido. No teu dia – e do Jean – eu estava em Assis, no casamento da melhor amiga de Ana. Acredite se quiser, no meu celular não tinha o número do jampa.Até com ele eu furei…
    Que coisa.
    Olha, com uma quinzena de atraso desejo um mondo de coisas boas acontecendo sempre pra vc que, com franja ou sem franja, é uma pessoa linda full time.
    Bjão

Deixe uma resposta para Tereza (Bruxelas) Cancelar resposta

o passado não condena