nove e dez da manhã

*

Dormi duas horas a mais e espero me sentir mais descansada. Ontem percorri o dia como se estivesse correndo uma maratona. Não parei das sete da manhã até as sete da noite. Senti um cansaço tão extremo, que me toquei que não vou poder fazer no final de semana o mesmo tanto de coisas que eu fazia durante a semana. Simplesmente não vai dar.
Lavei uma calça “dry clean only” e ela ficou cheirando a enxofre. Lavei uma blusa de lã “dry clean only” e ela encolheu dois números. Não é que eu não queira mandar pra lavanderia e fazer lavagem a seco, mas uma calça? E uma blusa? Eu ainda tenho essa mania de achar que só água lava e limpa bem.
Vou precisar ter duas agendas, uma em casa e outra no trabalho. Eu gosto de ter tudo escrito no papel, na minha frente, gosto de virar as páginas, escrever os aniversários com caneta, ter os telefones das pessoas anotados na última página. Mania que dá mais trabalho.
Pelo menos parou de chover…

  • Share on:
Previous
pão, leite, banana, alface, flores
Next
quero é cachecol

Deixe uma resposta para Lu Cancelar resposta

o passado não condena