a vida é bela, ou feliz aniversário G.G.R.

*

Duas espinhas gigantes no meio da cara tentam passar a perna no povo, dando a ilusão de que ainda estou na puberdade. Mas a verdade é que aquele moço altão e lindo ali, muito parecido comigo, não é meu irmão. É meu filho, soprando vinte e quatro velinhas hoje! Coisas estão acontecendo, bicho. O tempo vooooooa.

  • Share on:
Previous
até que demorou muito…
Next
Elegância 24 horas

Deixe uma resposta para Cecilia Cancelar resposta

o passado não condena