Elegância 24 horas

*

Tenho vontade de gritar quando leio em revistas femininas aquelas dicas de como se vestir pra trabalhar e depois apenas jogar um xale, trocar o colar e o brinco e sair linda e fresca para um encontro com amigos numa happy hour ou um jantarzinho romântico. Ora, dá licença, mas quem é que consegue estar linda e fresca depois de uma jornada de trabalho? Nem propaganda de margarina consegue ser tão enganosa.
Vou dizer o que acontece comigo. Tomo banho às 7:30am e me visto. Vou pro trabalho linda, aprumada e cheirosa às 8am. Na hora do almoço já não estou me sentindo tão super-duper. Lá pelas 3pm estou me achando um saco de batatas, meio desconfortável, descabelada, irritada com tudo que por acaso esteja levemente apertado, desconjuntada, desalinhada, descombinada, amarrotada. Só penso em ir para casa e tirar aquela roupa, tomar um banho, não quero nem saber de ir direto pra uma happy hour ou para um jantar romãntico. Se eu não passar por um chuveiro e uma mudança total de roupa, não vou à lugar nenhum.
E agora que o calorzinho vem chegando, o que fatalmente vai acontecer é eu acabar tomando um banho quando for pra casa almoçar. Sei que chocarei a malta desavisada voltando para o trabalho de banho tomado e com uma roupa diferente, mas sorte a minha que posso ter esse luxo de chuveiro no meio do dia. Porque sinceramente, a minha elegância não é tão resistente quanto o meu desodorante.

  • Share on:
Previous
a vida é bela, ou feliz aniversário G.G.R.
Next
um atrás do outro
  • Hahahaha…a malta desavisada foi realmente demais!!!!
    Ai, Fer, e quando, essas revistas como se maquiar de forma que, de noite vc apenas reforçe os traços e esteja prontinha prá rodar a noite toda???? Inacreditável!
    Eu transpiro demais, meu cabelo gruda na cabeça e, no final da tarde de um dia de verão de 38° nessa minha cidade, eu mais pareço uma refugiada de guerra….

  • “A malta desavisada” é simplesmente demais!
    Beijo, querido
    Eu entendo vc direitinho
    Eu só consegui fazer isso quando dava aulas de 16 as 20h
    E olhe lá

  • Oi Fê,
    Concordo com você….mas infelizmente não tenho esta facilidade de ir em casa não…. é terrível, mas!
    Lí o post anterior do gatinho machucado… coitadinho!
    E tb sobre vc, minha mãe teve crise de labirintite semana passada, nesta fez exames, e agora ta tomando remédios, e tb aconselharam ela a usar um aparelho auditivo, já que tem uma perda de audição!
    Melhoras p/ o dois e um bom findi!

  • Fer, morri de rir com o “jogar um xale”… Mas olha, para o pessoal solteiro, que freqüenta as happy hours da vida, não tem jeito, o negócio é sair direto do trabalho pro barzinho, e de lá para sabe Deus onde. O negócio é levar desodorante pro trabalho, talvez uns wypes para tirar as impurezas da pele ou o suor, e depois retocar ou colocar maquiagem.

Deixe uma resposta para Karina Cancelar resposta

o passado não condena