é goool!

*

Não tem jeito mesmo. Nasci brasileira, portanto estou fadada a carregar os estereótipos nas costas pelo resto da minha vida. Samba! Carnaval! Futebol!
Todo santo dia o diretor do programa para o qual eu trabalho vem comentar os jogos da Copa comigo. Comigo! Imagina. Estou acompanhando os quiprocós e resultados pelas manchetes, mas não estou assistindo aos jogos. Não é a minha praia. Mas mesmo assim virei confidente do americano-australiano, que acha que eu bato aquela bola.
Hoje ele me mandou um vídeozinho cômico por e-mail – a seleção italiana treinando pra enfrentar os australianos. É pra conformar-se rindo, já que a Austrália foi eliminada. Daqui a pouco ele vem aqui no meu desk, comentar o jogo perdido e o jogo ganhado. Ele diz que quer ver Brasil e Portugal na final. Já pensou? Se isso acontecer, me verei metida numa verdadeira confa….

  • Share on:
Previous
insistente
Next
Se eu morrer, não me enterrem na lapinha
  • Oi Fer!
    Eu ODEIO futebol dicumforça, e detesto todo e qualquer tipo de rótulo também. Tento sempre ser educada, mas dias atrás eu surtei: participo do Postcrossing e recebi 3 postais da Alemanha, TODOS falando de futebol… mandei resposta mal educada, porque acho inconcebível as pessoas serem taxadas por morarem em determinado lugar.
    Argh!

  • ih, fer, aqui na inglaterra futebol e quase que nem no brasil. tem uns gatos pingados que nao se interessam, mas sao poucos.
    como eles estao indo bem (meu lado otimista esta assumindo que o brasil tambem tem chance de ganhar essa copa!), nao tem tido tempo pra ficar se preocupando em me encher de perguntas e comentarios desnecessarios. meu pai e jornalista esportivo e sou futeboleira desde pequena. ate nem acho tao ruim se alguem vem falar sobre futebol comigo:)
    quanto ao jogo de sabado, felipao que me desculpe, mas meu coracao ja e quase ingles! brasil e inglaterra no dia 05/07 vai ser muito, mas muito exciting!
    beijao!

  • minha querida, podes dizer pro boss ou lá quem é que Brasil Portugal só na Meia-final. assim espero, caso Brasil ganhe à França e nós a Inglaterra. Deus é pai! bjs

  • Fer, pelo menos, até agora as notícias são boas, porque tirando estes estereótipos, nós só temos coisas negativas – pobreza, corrupção, desrespeito aos direitos humanos, desmatamento da Amazônia etc e etc. Pelo menos, no futebol, acho que somos unanimidade.

  • Eu jà tô fudida :o)
    Jà ouço o “1,2,3” da minha chefe hà 8 anos e agora é que a situaçao vai piorar mesmo. Ainda bem que Bruno nao gosta de futebol.
    Eu nao tenho paciência pra olhar jogo – é Nicolas quem me conta como foi – mas torço pelo Brasil. Sabado vou honrar un desses estereotipos que a gente carrega nas costas e vestir minha camiseta verde e amarelo:o)

  • Copa comigo às vezes pega, às vezes não. Tinha sido recém-despedida na última, então curti o “penta” naquele baixo-astral. Povo soltando rojão e eu ouvindo bolero no escuro. Nesta, falta comprarmos corneta fué e bandeirinhas verdeamarelas. Acho que é efeito “brasileira-no-exterior”. Acompanho os jogos, torço, grito e pulo na hora do gol e se deixar, choro de emoção. Depois, vejo na internet comentários e bastidores. Pode? Nem eu estou acreditando. Pra completar, o Colin virou o maior torcedor também. Nesse ritmo, estaremos na África do Sul pra curtir a próxima ao vivo! 😀

  • É Fer, hoje foi 3 a 0 pro nosso querido Brasil. Ronaldo, o fenômenos fez um. Foi fácil, fácil!!! Eu adoro futebol, não entendo nada, mas gosto de ver… peguei mania do meu marido. Assisto até mesa redonda, canal de esportes e fico comentando com ele… Um beijão, :o)

  • Fer, aqui todo mundo vem comentar a Copa comigo também. Mas como eu me interesso e acompanho, fica mais fácil sustentar a conversa. Engraçado é que o Brasil é sempre o “segundo time”. Quando o país deles sai da Copa, eles passam a torcer pelo Brasil.
    bjs

Deixe uma resposta para Juliana Cancelar resposta

o passado não condena