a palavra é do chefe

*

No jardim, dois patonildos e uma patonilda—um ménage à trois ovíparo. No banheiro uma viúva negra. No quintal uma rata fazendo ninho na trepadeira da varanda, bem em cima da mesa onde fazemos nossas receições bucólicas nas noites agradáveis. Pensamos que aquele barulhinho todo vinha de um pássaro, até quando resolvemos olhar com uma lanterna. Eeerk! Disk Pest Control. Na hora do almoço um menino de no máximo dezessete anos, vestido com o uniforme da firma de gerenciamento de pestes, bate à minha porta. Eu explico os fatos—ratos, aranhas, o que pode ser feito? Ele me olha confuso e espantado e responde que é novo ainda nesse negócio e vai precisar ligar para o chefe. Minutos depois ele volta dizendo meu chefe falou que podemos fazer isso ou aquilo, não mencionou as aranhas. Fui mostrar o local do suposto ninho, contei das ratazanas que devoraram meus tomates orgânicos no passado, mostrei a caixa preta onde todo verão a isca era recolocada e trocamos algumas idéias sobre a desgraceira dos ratos. Num certo ponto ele foi concordar e acrescentou—meu pai…ahn, meu chefe disse que… Segurei o riso, pra não deixar o menino envergonhado, afinal ter o pai como chefe não deve ser uma posição muito confortável!

  • Share on:
Previous
lá no fundo tem
Next
pena que acabou
  • Hahaha, o menino não se livra do chefe nunca, nem depois do trabalho! :o) cuidado com as aranhas, além delas serem perigosas para nós, bípedes, minha vó disse que elas são muito muito tóxicas para os gatos, caso eles resolvam jantar alguma. E se a vó diz, a gente ouve, né?

  • Essa tua historia me fez lembrar de um fato que aconteceu comigo. Eu tinha aulas de ingles onde a minha mae ensinava e um semestre acabou sendo ela a minha professora. Nas aulas eu sempre a chamava “teacher” ate’ que um dia escabou “mae”.. eu lembro que um menino virou e disse “e’ tua mae!!?!?”. Ate’ hj eu nao entendi se ele achou isso ruim ou bom!

Deixe uma resposta para Yara Cancelar resposta

o passado não condena