she looks good in her blue jeans

*

Não sou fã da calça jeans, apesar de achar que ela fica bem em absolutamente qualquer pessoa, inclusive eu. Mas tenho esse problema de não conseguir ficar confinada em nada. Calça jeans—que incoerentemente eu possuo uns vinte e cinco pares, é coisa pra dias muito frios, quando estar quente e protegida é mais importante que estar livre e solta. Mas hoje fiz a besteira de vestir uma pra vir trabalhar. Justo hoje que não vou almoçar em casa, portanto não vou ter a chance de trocar por uma calça-saco-de-batatas. Estou prevendo um dias daqueles ….

  • Share on:
Previous
trouble i had all my days
Next
sorria!
  • Fer, sou como você…Odeio calça jeans e também só tenho umas 04. Adoro me sentir livre e acho que precisa estar um frio congelante para que eu coloque uma calça jeans. O pior é que todo mundo se admira quando eu falo que não gosto, me sinto um ET.
    Que bom que eu encontrei alguém como eu.
    Ps. Também fico muito nervosa se venho trabalhar de jeans.

  • Fer, eu hj estou de cala jeans, o que não é muito comum. EU acho pratica, mas pra mim, que tenho cintura fina e quadris largos, definitivamente não fica muito muito legal, não. Eu acho que teria que usar um jeans feito sob medida. rs
    Beijos

  • Eu acho q não fico bem em jeans, e tenho o mesmo problema q vc, não gosto de me sentir presa dentro de uma roupa!
    Só uso jeans no trabalho, pra me proteger do ar condicionado de gelar a alma…tem q ser calça comprida, pra minha insatisfação – por mim só usava vestido, gosto de pernas livres!!:-)
    Beijos!!

  • Oi Fer
    Meu nome é Alex Castro, escritor, 33 anos. Moro em Nova Orleans e mantenho o blog Liberal Libertário Libertino. Estou escrevendo uma noveleta sobre brasileiras no exterior e suas dificuldades de adaptação. Pra isso, estou tentando recolher casos reais pra me inspirar e, quem sabe, usar no texto final.
    Você se incomodaria de fazer um post sobre as perguntas abaixo, falando da sua própria experiência ou de outras brasileiras que você conhece? Se não quiser que sua história seja utilizada, basta dizer, mas não deixe de contar. Se quiser mais privacidade, me escreva um email, deixando claro que sua história é em off. Se conhecer alguma amiga que tenha boas histórias pra contar, por favor, mostre as perguntas pra ela.
    De qualquer modo, muito obrigado!!
    Alex
    * * *
    1. Você conhece casos de humilhações e/ou constrangimentos, contínuos ou esporádicos, sofridos por expatriados brasileiros?
    2. Você conhece brasileiros que tiveram empregadas domésticas no exterior? De que modo são (ou não) diferentes das empregadas no Brasil? Houve conflitos ou problemas?
    3. Em relação a serviços domésticos em suas próprias casas, você conhece brasileiros(as) no exterior que tiveram que fazer tarefas que nunca faziam, ou teriam feito, no Brasil? Como foi essa adaptação?
    4. Em relação a serviços remunerados, você conhece brasileiros(as) no exterior que tiveram que realizar trabalhos que nunca tinham, ou teriam, feito no Brasil? Como foi essa adaptação?

Deixe uma resposta para Me Cancelar resposta

o passado não condena