o peixe morre pela boca

*

Dá uma exaustão ficar ouvindo gente que só quer falar, e quase sempre de si. É imprescindível contar, da morte da bezerra, das viagens na maionese, das compras, das façanhas, e até os detalhes do curriculo de pessoas que você nem conhece. E na hora de ouvir, um olhar distraído revela-se e um bocejo brota, espremido sem muita sutileza entre os lábios de um incômodo sorriso.

  • Share on:
Previous
sou eu
Next
poesia de muro
  • Fer,
    Muita bem expressa por voce essa situacao que nos ocorre de quando em quando. O que voce faz quando isso acontece com voce?
    Abracos,

  • Fer, acho que isso é a coisa de que mais detesto nas pessoas: o monólogo!
    Isso é bom só no teatro, e olhe lá!
    Beijos, saudade

  • Fer, isso poraqui é coisa natural. Minhas colegas de trabalho que tem filhos, so vivem falando das maravilhas que sao os filhos delas e das maravilhas que elas mesmas sao. Mas dá um cansaço…

  • E’ horrivel, moderno e cafona tambem. Quando e’ possivel uso o truque do walkman, assim nao sou obrigada a ouvir as superestrelas com vida “tao interessante”.
    Bom final de semana, beijos,
    Maria

Deixe uma resposta para Bia Cancelar resposta

o passado não condena