natalino & o espírito de porco

*

Febenezer Guimarães Scrooge Rosa, posso ser, sim sou, assumo minha ranhetice, tudo bem. Pra mim a época de Natal é um período em que o planeta fica dominado por uma força maior. É quando uma onda de insanidade toma conta da humanidade, fazendo com que pessoas outrora comedidas saiam em total despirocagem, comprando, comprando, comprando e decorando a casa com enfeites de gosto duvidosos. Tenho muito medo de adentrar nesse território pantanoso e perigoso, habitado pelos enfeites natalinos. Já gostei mais de Natal, quando era criança e ficava encantada olhando meu pai montar uma arvorezinha artificial com guirlandas prateadas e enfeites vintage; ou quando já adolescente, montava eu mesma a árvore natural fazendo enfeitinhos de pano floridinho no formato de sinos, árvores e bolinhas na máquina de costura. Hoje sou muito minimalista e critica com relação à essa festa consumista. Uma das coisas que mais me oprime são as decorações dessa época. Lojas e vitrines decoradas com mil balagandãs natalinos e as casas—interior e exterior—piscando e pipocando com luzes e guirlandas douradas. Eu gosto de decorar minha casa para as celebrações do Natal, mas costumo fazer isso um ou dois dias antes da véspera. Coloco coisinhas que eu gosto em alguns lugares, às vezes monto a árvore no dia vinte e quatro, mas já não montei a árvore e não foi nem um pouco traumático. A decoração vai ficar espalhada pela casa do dia vinte e quatro de dezembro até o dia seis de janeiro. Já não está bom? Duas semanas de jingle bells, de cores natalinas, brilhinhos, meias penduradas na lareira, estrelas nas janelas. Mais do que isso é pura overdose. Agora me explica o que passa pela cabeça de uma pessoa que enfeita a casa, por dentro e por fora, esperando pelo Natal, no meio de novembro?

  • Share on:
Previous
lá fora
Next
luz & aroma
  • Ai Ai Ai…. risos…. Como é que eu vou explicar o que se passa na minha cabeça???? risos… Mea culpa…. Eu decoro em novembro….. risos…. Mas meu apê é tão pequenininho que os enfeites seguem esse padrão…. Agora imagina uma mulher de 1,78m, casada com um homem de 1,94m, com um filhinho de seis anos que parece que tem 10 (na altura)…. Como é que cabe enfeite nesse ninho???? Tem que ser mesmo bem miudinho…..
    beijão e ótimas festas!!!!

  • Oi, Fer! Há quanto tempo! Hoje fiquei pensando que, algumas vezes, já no final da tarde, também sinto esse cansaço medonho de que vc falou. E tenho 46, quase como vc. Como dizia a nona, a vechiaia é bruta! 😀 Bem, mas escrevi pra falar da uruca natalina. Fico teimando que tudo bem, pra mim, o Natal. Mas não é bem assim, porque como vc disse, o desvairio é insano. É como se vivessemos o fim do mundo a cada 12 meses! Mas o detalhezinho que me desarma é que ganhei da minha mãe meu presépio do tempo da infância. É lindinho, com todos os personagens – desde ovelhinhas até Jesus-Maria-José, reis Magos, pastores, vaquinha, boizinho e o iscambau. Mas não consegui montar – acho que se o fizer vou ter um ataque de choro ou algo assim. Tem que aceitar, né. A sabedoria da idade diz pra aceitar, né Fer…. Beijos

  • Ah…eu aqui tb não monto mais a árvore de Natal…acho que mudei muito! Hoje meu conceitos e convicções são outras…E tb não consigo mais participar desse consumismo desenfreado.Sim, velas, isso eu gosto e sempre compro uma para acender no Natal em agradecimento e outra para a passagem do ano.E foi assim no ano retrasad, no passado e assim será nesse.E eu garanto que a felicidade não é menor…
    Bjosss

  • Cá em casa há árvore e coroa na porta e mais nada. Gosto da árvore simples, decorada com enfeites de lata que comprei há uns anos para a minha primeira árvore. Gosto das luzinhas no final da noite, antes de ir dormir. E gosto do Natal, apesar de este ano o espírito estar meio atrasado cá dentro de mim…

  • Rsr…
    Signore…quanto a mim, aguardo a passagem do dia das crianças para começar a arrastar meus pertences natalinos do sótão (forro da casa).
    Mas neste ano consegui abrir mão de um pinheirinho de 1,80m e outras coisinhas.
    Gosto da festança visual, cafona, brega, etc.etc.
    Que remédio, mas estou “melhorando” seja lá o que for isto.
    bjinhos natalinos.

  • ai, Fer, tu és ótima! [it’s true!] eu já gostei mais de Natal. mas aqui há um “conflito de interesses”. a Nah não gosta de Natal. ela é mais ou menos que nem tu. ontem a gata Meg subiu no baú prá pegar a mini árvore de Natal que eu montei e derrubou um espelho que ficava em cima. lógico, quebrou! a Nah ficou mais braba ainda [… também, tu fica lotando a casa de enfeitinhos…]… kkkk… quando ela era pequena, eu troquei os tradicionais enfeites de vidro por outros “inquebráveis”, de isopor, de feltro, de plástico, coisinhas, brinquedinhos… agora com “crianças de quatro patinhas” em casa, parece que vou ter que repensar o Natal, outra vez! kkkk… lembra que eu comentei que estou tentando “preservar” a minha palmeirinha? pois é. comprei uma mini poisentia que quase se foi também… não tem jeito. aqui em casa, parece, só posso ter dois tipos, o lírio da paz e o kalanchoê. essas eles não comem!
    bjus, Fer!

  • e depois retira a decoraçao no mes de abril…no Canada era assim, tinha um edificio na frente de casa em Quebec que parecia uma boate piscante 🙂 alias o festival de breguice que reina nessas datas é impressionante, cartoes cafonas, decoraçoes cafonas, comidas cafonas ha ha ha, tem povo que bota até cueca de Natal e se veste de pinheirinho….

  • Oi Fer, e as pessoas que enfeitam a casa em outubro? Antes do dia das crianças?
    Eu geralmente decoro minha casa no dia 1º de dezembro e guardo tudo logo depois do natal… Acho que perde a graça, e fico enjoada de tanto verde e vermelho.
    Este ano o “clima natalino” ainda não chegou por aqui. Só coloquei um trilho papai noel com uma poinsétia enfeitando a mesa, e pendurei o calendário do advento… A árvore não sei, acho que ocupa espaço demais :/
    beijo

  • Olá Fer.
    Eu faço parte o grupo que até há meia dúzia de anos atrás enfeitava a casa logo no dia 1 de Dezembro.
    Desde essa altura até hoje estou a perder o gosto.
    Mas a minha filhota (de 3 anos) pergunta-me o que é aquilo (quando passamos por casas iluminadas.
    Este ano acho que a decoração vai sair no próximo fim de semana, mas a vontade ainda não chegou vamos ver.
    Acho que é fases que a idade vai trazendo.
    Já não estamos própriamente há espera que o velhote de barbas nos saia da lareira.
    Beijinhos
    Mónica

  • Fer, nem me fale ! Detesto overdose, detesto tudo demais, fica de mau gosto. Eu também adorava o Natal quando era criança e até mesmo mais tarde, mesmo além da adolescência. Mas agora que meus filhos cresceram e não estão nem aí, eu perdi o gosto. Já tinha perdido há muito tempo mas agora piorou. Talvez se eu tivesse tempo de arrumar alguma coisa ainda ia. Mas nao tenho, entao… Esse ano ainda nao puz nada de decoração natalina. Talvez eu faça como você, là pro dia 24 talvez eu faça alguma coisa, mas aí nao tenho tempo de desarrumar e deixo ficar até o fin de fevereiro e nao tem graça, né? Enfeitar a casa no mês de novembro nao é coisa pra mim, nem de longe !

Deixe uma resposta para LuLu Cancelar resposta

o passado não condena