every day is a good day for bad hair day

*

clara-hairpink.jpg
malaca ogra—seu feriado foi bom?
eu—sim.
malaca ogra—fez churrasco?
eu—não.
#fimdaconversa
Tenho preguiça de escrever, assumo, não nego, escreverei quando puder e/ou reciclarei frases usadas de micro-blog. Só sinto que isso e uma pena, pois gostaria de usar esse espaço para registro do meu [tedioso] cotidiano para referências futuras. No ritmo que anda essa ideia, as menções serão bem breves.
Com cinquenta anos acordo com espinhas no rosto. Nem queira saber, nem te conto, os hormônios dessa idade. Por isso baixei o termostato da sala onde trabalho em dois graus e instalei um ventilador portátil na minha mesa. Logo vamos ter uma tal velha de xale reclamando que tá muito frio, se bem que essa criatura feiogra não tem mais voz no nosso escritório.
Uma das coisas mais constrangedoras de se presenciar é um homem ser perguntado, mas não querer dizer a idade dele na sua frente. Passei um dia inteiro rindo por conta disso. Já marcaram a data da nossa mudança de prédio [e saida do campus] no meu trabalho. Vai ter gente tendo ataques de desespero. Not me. Quem já mudou de país três vezes, não vai temer uma mudança de prédio. Please bitches!
Eu até que entendo gente de 38 anos se achando velha, porque eu também me achava velha aos 38. Só que eu tinha todas as razões do mundo. Uma delas porque aos 38 minhas amigas estavam grávidas e tendo bebes e o meu filho tinha acabado de sair de casa pra morar com a namorada. Fiquei velha muito jovem.
Bebi vinho verde na última semana do verāo.

  • Share on:
Previous
[ cabin fever ]
Next
pingos de mel
  • Fezoca querida, com o fb desativado, eis q retorno aos bons e velhos escritos. Gargalhadas numa tarde cinzenta ao ler o início deste texto (fora o malaca ogra q certamente adotarei na minha rotina). Beijão e um ótimo início de outono. :*
    P.S. Com quase 47, acordo inúmeras vezes com espinhas, na texta, na ponta do nariz, no queixo. Hormônios? quem sabe surtos de adolescência….:)
    R: querida Bia, que bom te ver gargalhando e comentando por aqui! eu queria escrever mais, porque sinto pena de nao ter as coisas registradas. a maloca ogra é uma das coisas que quero deixar aqui pra nunca esquecer! hahaha! beijaooo :-*

Deixe uma resposta para Bia Arêas Cancelar resposta

o passado não condena