não gosto e pronto!

*

Nem tudo na vida tem uma explicação. Certas coisas são como são e não adianta querer racionalizar. Dá pra entender, por exemplo, por que eu detesto sair de ré com o carro? Quando é possível, tento sempre dar um jeito de sair da vaga onde estou estacionada pela frente. Tenho ódio de ter que olhar pra trás, principalmente aqui, onde estou sempre ensanduichada por sport utilities gigantes que bloqueiam a minha visão. É certo que muitos acidentes acontecem em estacionamentos, então triplico minha atenção neles. Além de ser uma manobra arriscada, sair de ré de uma vaga realmente me dá nos nervos….

  • Share on:
Previous
no mercado
Next
bate-papo
  • Vc nao gosta de sair de re, mas consegue. E a francesa com quem eu estou morando, que diz que nao consegue dar re? Juro que e um martirio andar com ela. Vc ve aquela vaguinha legal e ela fala que nao entra e procura lugar pra parar por hoooooras…

  • Também não sou fã da ré. Uma vez meu carro tava numa oficina (eu tinha pouco tempo de habilitação) e eu tive que tirá-lo de ré por um corredor estreito, enorme e, pior ainda , subindo ladeira. O mecânico olhou pra mim com cara de piedade, mas antes que ele se oferecesse pra guiar, eu fechei os olhos, engatei a ré e só Deus sabe como saí de lá, hehehehe.
    beijos,
    Samu

  • Entendo, entendo. A Kaya briga comigo todos os dias por causa disso. Eu deixo o carro de um jeito que só saindo de ré. Todas as manhãs ela me joga no inferno por causa disso, pois é ela quem sai com o carro. hehehe. Agora, convenhamos, bem que vocês podiam se esforçar um pouquinho, hahahaha. Por que os homens são capazes de sair de ré e as mulheres não? E nem precisa ser loira, pois a Kaya é morena, hehehe bjs

deixe um comentário

o passado não condena