bate-papo

*

Foi uma conversa animada e educada. Cinco brasileiras e uma americana abordando um assunto muito delicado. Podia ter virado uma discussão grosseira. Alguém poderia ter levantado a voz ou tentado impôr suas idéias no grupo. As opiniões eram diversas e divergentes, mas todas falaram, todas ouviram, com bom humor e delicadeza. Fazia tempo que eu não participava de um bate-papo tão gostoso, que estendeu-se até as duas e meia da manhã. Escrever é muito bom, mas eu também gosto de falar e curto os encontros pessoais, o olho no olho, a visão do sorriso, o som das vozes e das gargalhadas, e o calor dos abraços de chegada e despedida.

  • Share on:
Previous
não gosto e pronto!
Next
a solução para todos os seus problemas
  • Moa, nao tem nada melhor que um bate-papo na sala…bebericando uma caipirinha de saque com kiwi….. 😉 estou com vontade de te visitar! 🙂 beijaooo,

  • Uau, Fer, você “falou e disse”. ;^) Eu também adoro escrever, mas ando numa fase de papo cara a cara. Adoro os abraços de chegada e despedida, adoro o olho no olho, as intonações, as conversas entremeadas com bebidinhas e comidinhas. Pode ser numa mesa de bar ou restaurante, pode ser no sofá da casa de alguém ou em pé na cozinha fazendo algo. Adoro bater papo. Sinto falta de ter mais amigos pra fazer isso, com os quais eu me sinta bem e a vontade.
    P.S.: Isso virou um email? hehehehe.

Deixe uma resposta para Moa Cancelar resposta

o passado não condena