disk friendship

*

disk-amizade_S.jpg
Assim que coloquei os olhos nessa foto, saquei o que o Gabriel estava fazendo pendurado [e enroscado] nesse telefone flip-flop com um fio imenso. Eram tempos pré internet e as pessoas entediadas buscavam diversão das mais variadas maneiras. Uma delas era, para nós, ficar de papo furado no disque amizade—um troço que hoje deve ser totalmente dinossaurico e obsoleto. Imagina, todo mundo numa linha batendo papo ao mesmo tempo. Não sei se as pessoas realmente faziam e estreitavam amizades, porque para nós aquilo era apenas diversão. Eu, a minha irmã e o Gabriel entravamos na linha juntos, cada um numa extensão, só pra atrapalhar o convercê e confundir as pessoas. Era uma brincadeira, que obviamente o Gabriel adorava. Infantilice a minha, que devo ter liderado a parada e participava com gosto, rindo de chorar e de quase se mijar. Minha irmã deve ter entrado de gaiata, mas o Gabriel só seguiu o exemplo da mãe. E que mau exemplo, hein?

  • Share on:
Previous
it’s been a long, long time
Next
quem viver, verá

Deixe uma resposta para Megui Cancelar resposta

o passado não condena