ainda é verão? [sim, é]

*

Estou fazendo pequenas e grandes mudanças na minha rotina e na minha vida. 2018 vai ser o ano que vou lembrar sempre como o ano do desafio aceito. E completo. Subir a montanha, posso. Parar de tomar café, posso. Eliminar animais da dieta, posso. Fechar a boca [metaforicamente e literalmente], posso. Fazer pizza sem queijo, posso. Meditar, posso. Descascar 543221 dentes de alho, posso. Ficar sem celular, sem tirar fotos, sem ler, sem escrever, bom, this remains to be seen.

Quase chorei quando ouvi de dois fazendeiros que aquele dia era o último deles no farmers market da minha cidade. E me deu um pequeno pânico––não comi pepino o suficiente ainda! Então comprei um monte, de diferentes variedades. nosso farmers market é sazonal, só acontece no verão. O pessoal que vende lá só tem produto pra uma estação. Depois vai cuidar da terra, plantar, cultivar. por isso tudo lá é tão bom.

Um moço começou a trabalhar no meu prédio, é o novo coordenador de um programa. Vi ele na cozinha na hora do almoço, ficamos conversando [ele fala pra caramba!]. Desde o primeiro minuto que olhei pra ele fiquei com uma sensação estranha de familiaridade, sei lá, muito estranho. Depois que o moço foi embora caiu a minha ficha: ele é muito parecido com o meu marido quando jovem. Até mandei a foto do moço pro meu marido, pra ter certeza que não estou louca. O marido concordou que tem uma parecência mesmo. Tô bem ferrada, porque vou ficar vendo o meu marido jovem todo santo dia, isso vai certamente pirar com a minha cabeça! Tomara que ele seja bem chato.

É praxe no meu trabalho a gente fazer uma “meal train” toda vez que alguém saí de licença médica. Desta vez estamos fazendo isso para uma das minhas amigas. Além de fazer a comida em duas datas, estou levando a comida que outros prepararam pra ela todos os dias. eEa mora em outra cidade, num pequeno sítio no topo de um morro. São 40 minutos de viagem pra ir e outros 40 pra voltar. Mas não tem problema, porque pelo caminho vou vendo campos de tomate, pomares de nozes e amêndoas e ocasionalmente [por sorte] um veadinho e muitas lebres.

  • Share on:
Previous
serious business

deixe um comentário

o passado não condena